Na correria do dia-a-dia muitos motoristas só lembram da luz do carro quando está queimada.

Utilizar o carro com as luzes queimadas ou de modo irregular é uma infração de trânsito punida com multa. Além disso é uma afronta a segurança.

Para evitar estes problemas recomenda-se uma revisão, regulagem e manutenção do sistema de iluminação e sinalização. Poucos sabem que as lâmpadas são consideradas itens de desgaste, como as pastilhas de freio, correias, suspensão, pneus, amortecedores, entre outros. Deste modo, a sua durabilidade varia de acordo com as condições de uso do veículo, além do tipo de lâmpada e aplicações.

A manutenção dos faróis deve começar pelo alinhamento da peça, passando pela checagem de lâmpadas e vedações. As lâmpadas têm em média uma vida útil de 220 horas para as halógenas e 1.500 horas para as de xenon. Sempre é bom fazer a substituição aos pares, uma vez que elas também perdem luminosidade com o passar do tempo. Outro ponto importante é utilizar lâmpadas compatíveis com a capacidade determinada pela montadora do veículo. Pela lei são permitidas as de 60W para o farol alto e de 55W para o baixo.

Fale Conosco

Nome*

E-mail*

Mensagem*